A Madeira Real se contrapõe ao cenário atual do extrativismo de madeiras nobres no mundo, produzindo madeiras nobres provenientes 100% de florestas plantadas. Dentre os benefícios do modelo de negócios, podemos citar a contribuição com o sequestro de carbono do meio ambiente, combatendo a intensificação do efeito estufa - além de contribuir para a amenização da temperatura e aumento dos índices pluviométricos da região.

Segundo um estudo do World Resources Institute (WRI) em 20 anos sumirão do mapa mais de 40% dos remanescentes de florestas nativas, que hoje já não passam de um quinto do que era há um século. A produção de madeira serrada de reflorestamento reduz a pressão sobre as matas nativas, que hoje são a maior fonte de fornecimento para essas indústrias.

Nas áreas geográficas onde o homem retirou a vegetação nativa substituindo-a por construções e plantações não-permanentes, a energia solar transforma-se rapidamente em grande quantidade de calor. Este calor excessivo tarda a se converter em raios infra-vermelhos e a se escoar para o espaço. O resultado é mais uma causa que incrementa a temperatura média da atmosfera e das superfícies sólidas e líquidas do planeta. Nesse contexto, as árvores exercem a importante função de reter a água da chuva, fazendo com que ela evapore lentamente, sendo parte importante nos processos de formação de novas chuvas e do equilíbrio térmico do planeta. Uma árvore pode transpirar por suas folhas, até 60 litros de água por dia. Este vapor se mistura com as partículas de poluição do ar, e quando se acumulam em nuvens, caem em forma de chuva. Portanto, as árvores ajudam também na retirada de poluentes do ar! Além do mais, este vapor ajuda a equilibrar o clima da região. Isso é facilmente percebido em parques e florestas que tem seu clima mais fresco.

As árvores ainda exercem importante papel de proteção aos solos porque suas raízes, tanto as superficiais como as profundas, mantêm firme o solo, impossibilitando a erosão que é comum em muitas áreas desmatadas. As espécies florestais podem ser cultivadas em consórcio com outras plantas permanentes, através de modernas técnicas de agrosilvicultura que contribuem para manter a biodiversidade dos seres vivos de nosso planeta. No nosso caso, a integração se dá com a lavoura de café como pode ser observada na foto abaixo.

O cultivo de florestas para produção de madeira serrada gera produtos de alto valor que contribuem para geração de riquezas e impostos ao longo da cadeia. O nosso fornecimento de madeira de qualidade ajuda a melhorar o mercado da indústria moveleira do país que, atualmente, enfrenta problemas no suprimento de matéria-prima de qualidade e ecologicamente correta. Além disso, o reflorestamento é uma atividade que emprega vários trabalhadores, proporcionando emprego e renda para a região onde é instalada.

Além disso, as propriedades contam com mais de 30% da vegetação nativa preservada e com isso possibilita a presença de grande diversidade de animais e aves na vegetação natural e também nos cultivos consorciados que apresentam aspecto semelhante de uma própria floresta.

Vegetação Nativa preservada em torno de 30%. Presença de animais e aves na vegetação natural e nos cultivos consorciados.